Apresentação

“Especialização sem universalização é cegueira. Universalização sem especialização é futilidade”. E. R. Curtius

É com prazer que começamos hoje os trabalhos do Estado da Arte, uma plataforma multimídia integrada de cultura, educação e debate de ideias hospedada no portal do jornal O Estado de São Paulo. Aqui o leitor encontrará podcasts, vídeos e posts no blog, sempre a serviço de um duplo diálogo: de um lado, a “grande conversação” com os temas e os textos perenes que formam a tradição cultural, filosófica e artística que veio moldando a experiência da humanidade por milênios; de outro, a conversa franca de professores, pesquisadores e intelectuais colaboradores do Estado da Arte sobre esse rico e variado universo com o público desta página: você.

Neste blog, um time de colaboradores regulares escreverá semanalmente sobre temas relevantes para o debate público contemporâneo. Uma nova geração de filósofos, críticos de arte e literatura, cientistas políticos e artistas oferecerá aqui uma visão diferente e renovada das grandes questões de suas áreas. Vídeos e entrevistas especiais complementarão a produção regular do blog.

No coração desta plataforma, está o programa Estado da Arte – o cânone em pauta um podcast de discussão e divulgação intelectual que trata de História das Ideias, Filosofia, Ciência, Artes Visuais, Religião, Literatura, Teatro e Cinema, Sociedade e Economia. Nele, recebemos sempre especialistas no tema em questão para uma conversa bem pautada e fluente sobre temas consagrados da história da cultura e do pensamento. Em breve, além de econtrá-lo na página do Estadão, você poderá também fazer o download dos episódios (na íntegra ou por partes).

Nossa plataforma multimídia se completa com um conjunto de textos clássicos e atemporais — as fontes primárias – direta ou indiretamente conectados aos temas tratados nos programas. Trata-se do Grande Teatro do Mundo, em que essas fontes primárias são apresentadas, por vezes sob a forma de traduções inéditas, e que, com o tempo, estarão disponíveis também para a audição em um grande projeto de leituras dramáticas desses textos, algumas das quais já estão disponíveis.

Apresentamos aqui, portanto, uma verdadeira enciclopédia viva e em tempo real que combina ferramenta educacional gratuita, acervo cultural e reflexão contemporânea em todas as mídias disponíveis.

Esperamos criar um espaço que conecte o público com nosso patrimônio cultural de modo vivo e atual para que o conhecimento do passado seja uma experiência contemporânea e relevante e para que essa ligação renovada com as grande figuras de nossa história seja instrumento presente e constante para as reflexões cada vez mais urgentes que nosso tempo nos convoca a fazer. Queremos, enfim, oferecer uma versão do debate de ideias que não negligencie a história de nossos desafios e de nossas soluções e que contemple com a devida clareza a constelação de conexões que se estabelecem entre os múltiplos problemas que temos diante de nós.