Por que estudar religião no mundo contemporâneo?

O contemporâneo é um tempo de difícil compreensão, parte pela proximidade do observador, parte pelas inúmeras crises ou cisões que o compõem: Estado vs Religião, Igreja Católica vs Igrejas Protestantes, tradição vs autonomia do indivíduo, fé vs razão, ciência vs moral, etc. Mesmo com estas cisões que marcam a sociedade contemporânea, a religião, contradizendo muitos iluministas, ainda continua a ter um espaço relevante na odisseia humana sobre a Terra. Diante disso, caberia fazer uma questão: por que ainda estudar religião no mundo contemporâneo, se o mundo está desencantado, como preconizou Weber, e se Deus está morto, como afirmou Nietzsche? O curso é uma tentativa de dar uma resposta a esta intrincada questão que ainda é fruto de muita controvérsia.

Os objetivos do curso são: avaliar a relevância do tema da Religião no contemporâneo;
entender o modo como as mais variadas áreas do saber se relacionam com o tema Religião.

Photo by Peter Hershey

Professor responsável: Andrei Venturini

Doutor em Filosofia (PUC-SP), professor no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e coordenador do Núcleo de Estudos Agostinianos do Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da PUC/SP. É autor das seguintes obras: comentário e tradução da obra Discurso da Reforma do Homem Interior de Jansenius (Ed. Filocalia, 2016); Do Reino Nefasto do Amor Próprio (Ed. Filocalia, 2018); O que é o Homem? (Editora CRV, 2018); A Verdade é Insuportável (Ed. Filocalia, 2019, prelo); Joaquim Nabuco: um abolicionista liberal do Brasil (Ed. Filocalia, 2019, prelo).

Inscrições e mais informações: https://www.pucsp.br/pos-graduacao/especializacao-e-mba/por-que-estudar-religiao-no-mundo-contemporaneo