Eutanásia

De acordo com Desidério Murcho, “não há razões sequer remotamente promissoras a favor da proibição da eutanásia voluntária.” Para o Prof. Murcho, “a ideia clara e evidente de que é imoral proibir o que não afeta negativamente seja quem for custa imenso a caber na mentalidade hipernormativa infelizmente tão comum”, uma dificuldade mental que tem duas razões principais: “exibir imaginadas superioridades morais perante os outros” e “um dos fenómenos mais infelizes da psicologia humana, o pensamento de manada”.

Read more