Périplo com Stanley Cavell, parte III: a verdade do ceticismo e outras vias de contramão

O pensador norte-americano Stanley Cavell, em seu ‘The Claimnof Reason’, abordou com vigor as dimensões morais e epistemológicas da literatura de ficção.

Read more

Calímaco, quem diria, acabou no Irajá

Os nossos romances modernos estão mais próximos da tradição homérica. Eles querem transmitir algo da vida real do cidadão comum, pintar o mundo, transmitir a sensação de modernidade. Eles podem ser esmiuçados, mas primeiro vão entreter, provocar emoções. Era isso que pretendiam Balzac, Dickens, José de Alencar.

Read more