Identidade e cidadania: Uma conversa com Charles Taylor

Para Charles Taylor, “existem identidades que nos encorajam a ser abertos, a sentir e a praticar a solidariedade com nossos pares, e esse é o único antídoto para a raiva, o ciúme, a postura defensiva e o ressentimento de certas identidades coletivas mais restritas.” Autor de obras como A Ética da Autenticidade, As Fontes do Self e Uma Era Secular, Taylor é um dos mais celebrados pensadores contemporâneos, com importantes publicações nas esferas da filosofia moral, da epistemologia, da filosofia da linguagem e também no debate público. Em entrevista exclusiva ao Estado da Arte — conduzida e traduzida por Rodrigo Coppe e Filipe Campello —, o filósofo falou sobre identidade, cidadania, religião, neoliberalismo, democracia. Sobre nossa condição, nossas circunstâncias.

Read more