É preciso enxergar o fascismo além do “Fascista!”

“Passar do jogo acusatório que aponta “fascista!” e ir para a identificação do fascismo eterno parece ser um passo fundamental”, diz Rodrigo Toniol. “Afinal, nessa disputa o problema não é o jogador, mas o jogo que estamos tendo que jogar.” A análise de Rodrigo Toniol, em uma publicação do Estado da Arte com o projeto Bolsonarismo: o Novo Fascismo Brasileiro, do Labô/PUC-SP.

Read more

Antimodernos: da contrarrevolução ao sublime

No segundo ensaio consagrado aos “antimodernos”, o crítico Fabrício Tavares de Moraes analisa os topoi definidores desses legítimos filhos da modernidade.

Read more

Política e facções em guerra, um precário equilíbrio

Gunter Axt analisa para o Estado da Arte a problemática história das facções políticas em seus variados contextos, da democracia ateniense aos regimes totalitários. As lições dessa história são mais que urgentes para a compreensão de nosso tempo.

Read more

Anarquia em Pessoa

O Estado da Arte – Estadão inicia hoje uma parceria de conteúdo com o Instituto de Formação de Líderes de São Paulo, publicando artigos de seus associados sobre temas de economia, política e ideias. Na estreia, Lucca Tanzillo escreve sobre Fernando Pessoa e suas cambiantes convicções políticas e econômicas.

Read more

O dever moral do ideólogo

A descoberta de uma teoria que saiba não somente diagnosticar uma injustiça social, sua etiologia e seu funcionamento, mas também oferecer um prognóstico e até mesmo uma solução prática para extingui-la, é algo que pode ocorrer tanto no atacado (o que ocorre com as teorias generalistas), quanto no varejo (com hipóteses sobre algum tema específico).

Read more

Especial Benedetto Croce – A ‘Estética como Ciência da Expressão e Linguísitca Geral’ (Parte 2)

Ao retornar à Estética como ciência da expressão e linguística geral (1902), de Benedetto Croce (1866-1952), para apresentar a edição brasileira preparada pela É Realizações (com tradução de Omayr José de Moraes Júnior), ademais de um senso natural de responsabilidade, assaltou-me uma agradável nostalgia.

Read more