Biodança, reiki, shantala, psicanálise, a literatura e o vazio

Afinal o que somos senão corpos controlados por uma massa gelatinosa, que não sabem muito bem o que querem, quando querem, e o quão dependentes são de fatores externos que configuraram sua atual e deprimente situação evolutiva (nem tão deprimente assim, podem dizer alguns)?

Read more

“O ruído do tempo” de Julian Barnes

“O Ruído do Tempo” foi traduzido para o português no mesmo ano de seu lançamento internacional. Saudado como “a obra-prima de Julian Barnes”, o livro toma por protagonista o compositor Dmitri Shostakovich, certamente um dos mais relevantes criadores do século XX.

Read more

A morte de mim, a morte da crítica, e a morte da consciência

Tenho me interessado bastante por um assunto um pouco distante das nossas mais caras ilusões, fantasias, aventuras e amores. Um dos traços desse distanciamento, a meu ver, corresponde ao tipo de leitura de um sujeito, e eu tenho lido basicamente muita teoria, biografia, química, neurologia, história da medicina, e pouquíssima ficção.

Read more