Poesia em Casa – A ilusão da forma

Depois de mais de um século da revolução combinada de versos livres e brancos, que está na base de uma parte significativa da poesia moderna, parece que a concepção do fazer poético, daquilo que faz de um poema um poema, ao menos para o público leigo, alterou-se pouco.

Ler mais

Pedro Gonzaga e a Crônica como Arqueologia Poética

Poeta, contista e músico, Pedro Gonzaga lança agora seu primeiro volume de crônicas, O Livro das Coisas Verdadeiras (Arquipélago Editorial). Dono de uma sensibilidade artística completa e equilibrada, Gonzaga reuniu neste volume seus textos publicados quinzenalmente pelo jornal Zero Hora.

Ler mais

Pedro Gonzaga: “Prefiro a verdade inacessível”

O Estado da Arte publica com exclusividade a “Apresentação” e as crônicas “Os dois movimentos” e “O trem (uma teoria)”, que compõem o lançamento de Pedro Gonzaga, O Livro das Coisas Verdadeiras (Arquipélago Editorial), reunião de seus textos para o jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

Ler mais