Coluna ANPOF: A condição kafkiana da atualidade

“Quase sempre turvados por uma sombra ambígua e desfiguradora, própria dos sótãos e corredores sem saída nos quais vivem, os personagens kafkianos assistem paulatinamente ao esfarelamento de seu próprio eu, ao declínio de sua consciência. Como nós, esses personagens de Kafka assistem ao processo de desmoronamento daquilo que desde sempre se lhes apresentou como fora de todo questionamento: a veracidade dos fatos. Nossos jornalistas, cientistas e intelectuais não estão, pois, num romance kafkiano?” Confira o ensaio de Ulisses Razzante Vaccari sobre nossa condição kafkiana. Uma parceria do Estado da Arte com a ANPOF.

Read more