Tributando o carbono: o verdadeiro imposto do futuro

“Existe uma exigência do futuro que bate à porta: a transição ecológica e a necessidade efetiva de desestimular fortemente as emissões de gases do efeito estufa e reverter a tendência de aumento para uma de queda. Para isso”, sustenta Henrique Mota, “é preciso um imposto sobre o carbono, o verdadeiro tributo do futuro.”

Em nosso contexto, “a precificação do carbono deve ser implantada em conjunto com a desoneração da folha de pagamentos (especialmente salário-educação e sistema S) e a expansão de uma nova rede de proteção, uma espécie de renda básica.” Para Mota, portanto, “há uma janela de oportunidade aberta para grande revolução: uma reforma tributária genuinamente verde.”

Read more