A ignorância é quase sempre protagonista: o que são, afinal, as Ciências Comportamentais?

“A riqueza existente no pensamento não-contemporâneo é grande e está disponível. Em muitos casos, obras, pensamentos e conceitos foram mal interpretados e assim, sem correção, foram debatidos e aplicados durante décadas ou séculos, influenciando o exercício científico e formando o senso comum. Voltar, por exemplo, a Platão, Aristóteles, Adam Smith, Marx, pode ser muito produtivo se estivermos com a mente aberta e intelectualmente disponíveis.” Para Carlos Mauro, “no caso específico das Ciências Comportamentais, é especialmente importante olharmos para sua, ainda recente, história.”

O Concreto no Estado da Arte. Um pouco de história, filosofia e responsabilidade conceitual, em respeito ao estatuto epistemológico das ciências comportamentais.

Read more

Indisciplinar a disciplinaridade: o que são, afinal, as Ciências Comportamentais?

Desfazer a confusão conceitual é fundamental para o desenvolvimento das Ciências Comportamentais — uma área necessariamente multidisciplinar, fundada num projeto que liga as ciências sociais a outras ciências do comportamento. Nesta tarefa, há que se estabelecer distinções de modo responsável, num campo de debate moral claro sobre nossos construtos e políticas, para então compreendermos as Ciências Comportamentais — no plural — a partir de uma concepção multidisciplinar e aplicada.

O que são, afinal, as Ciências Comportamentais? Um ensaio de Carlos Mauro, para indisciplinar a disciplinaridade nas behavioural sciences. O Concreto no Estado da Arte.

Read more

O Concreto no Estado da Arte

Orgulhosamente, inauguramos hoje, no Estado da Arte, O Concreto: um espaço crítico e propositivo fundado nas Ciências Comportamentais e na Filosofia, aplicado às Políticas Públicas e às Empresas. A ideia é criar um contexto produtivo para que temas sobre o comportamento humano possam ser debatidos. O leitor poderá esperar artigos diretos e aplicados, mas, também, artigos reflexivos e conceituais. O Concreto no Estado da Arte; um editorial de apresentação por Carlos Mauro.

Read more