Camisas verdes, ontem e hoje: um olhar histórico para nosso tempo

“No momento em que vivemos a experiência de tentativa de implementação de uma democracia iliberal no Brasil, retomarmos a história do Integralismo de Plínio Salgado e as reminiscências no imaginário da direita autoritária brasileira é um passo fundamental.” Por Rodrigo Coppe, uma resenha do recém-publicado ‘O fascismo em camisas verdes: do integralismo ao neointegralismo’, de Leandro Pereira Gonçalves e Odilon Caldeira Neto.

Read more

O antipluralismo populista

“a irracionalidade que atravessa certa militância, parafraseando André Glucksmann, acusa sem saber, julga sem ouvir, condena a seu bel-prazer, dilacerando tudo com sua arbitrariedade. O radicalismo embebido em espírito de submissão ao líder e conformidade total aos seus desejos trazem a reboque pretensões hegemônicas, movidas pela imagem mítica de uma unidade perdida ou a ser alcançada.” Uma reflexão de Rodrigo Coppe, em publicação do Estado da Arte com o projeto Bolsonarismo: O Novo Fascismo Brasileiro, do Labô/PUC-SP.

Read more