De “classificado” a “tombado”: por que a política de preservação cultural urbana no Brasil não funciona

Salvo exceções, como Rio de Janeiro e Belo Horizonte, pode-se dizer que enquanto as políticas preservacionistas brasileiras não forem mais flexíveis, diversificadas e abrangentes, continuaremos a ver nosso acervo arquitetônico ser diariamente empobrecido por demolições, com a perda da identidade de bairros e cidades.

Ler mais

Reformar Tudo, Agora!

O presidente Michel Temer desistiu de promover simultaneamente as reformas da previdência, trabalhista e tributária alegando que não teria fôlego no Congresso para tanto. Isso é um erro estratégico que deve ser corrigido o quanto antes, sob a pena de não conseguirmos, mais uma vez, avançar na reestruturação do Estado brasileiro.

Ler mais

Mudanças nos EUA…

Desde o início de março, assinantes da Osesp puderam ouvir Sinfonias de Mahler, Beethoven e Arvo Pärt. Para o amante da música, São Paulo, definitivamente, é o Brasil que deu certo.

Ler mais