John Rawls: centenário de seu nascimento, meio século de Uma Teoria da Justiça

Para John Rawls, havia um problema a ser enfrentado, um grande problema, o problema mais relevante, em torno do qual tudo o mais, na filosofia e na ciência política deveria girar: a justiça. E basta. Meio século de Uma Teoria da Justiça e os cem anos de seu autor, por José Reinaldo de Lima Lopes.

Read more

Ciência e irracionalidade

“O papel da irracionalidade, lembremos, a verdadeira inimiga da ciência, não é apenas negar as medidas protetivas e as vacinas, mas um conjunto mais amplo de elementos básicos.” Por Claudemir Roque Tossato, professor de Filosofia da Ciência na Unifesp, um ensaio sobre ciência e irracionalidade; afinal, “no caso da pandemia da Covid-19, é fundamental saber se nossas crenças e atitudes carregam um grau satisfatório de racionalidade ou se acabaremos agindo mais por paixões e crenças sem respaldo racional”.

Read more

Os sentidos da justiça em Aristóteles

Para o Prof. Denis Coitinho, talvez seja possível apontar na teoria da justiça em Aristóteles uma certa complementaridade entre uma ética das virtudes e uma ética dos princípios. Ao invés da batalha final entre os partidários das virtudes e os partidários dos princípios, teríamos um armistício, vislumbrando um possível foedus pacificum.

Read more

A tolerância na Ethica Nicomachea, por Marco Zingano

A Editora Odysseus acaba de lançar Ethica Nicomachea – III.9 – IV.15 – As Virtudes Morais. Trata-se do terceiro livro publicado por Marco Zingano, professor titular do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo, na coleção Obras Comentadas, dedicada à tradução, estudo e comentário de obras clássicas da filosofia grega. Desde 2008, o professor Zingano vem se dedicando ao projeto da tradução e comentário integral da Ethica Nicomachea, tendo publicado, inicialmente, Ethica Nicomachea I.13-III.8 – Tratado da Virtude Moral e, mais recentemente, em 2017, Ethica Nicomachea V.1-15 – Tratado da Justiça. O Estado da Arte tem o prazer de publicar a tradução do capítulo 11 do quarto livro do tratado aristotélico — o capítulo dedicado à virtude da tolerância — seguido do comentário de Zingano. 

Read more

Por que um cético tomaria vacina

“Hume nos ensinou que a exigência de uma certeza absoluta para a ciência não é científica, mas metafísica. Portanto, dogmática. E essa exigência não altera o funcionamento prático da ciência. Essa é a razão pela qual a física de Newton prosperou e foi adotada independente da metafísica de Newton.” Para Érico Andrade, o verdadeiro dogmatismo é rejeitar “a forma mais racional de lidar com a pandemia que só está na iminência de acabar para quem nunca acreditou que ela sequer existisse”.

Read more

O problema dos universais

“Perante duas folhas brancas de papel, parece razoável considerar que têm em comum várias propriedades, incluindo a brancura. Porém, como explicar que a mesma entidade, a brancura, esteja aparentemente presente nos vários particulares brancos?” Um ensaio do Prof. Desidério Murcho sobre o chamado problema dos universais, esclarecendo os conceitos fundamentais envolvidos e discutindo as alternativas teóricas mais proeminentes.

Read more