Fazendo cidades com casas geminadas

Poucas pessoas no Brasil se perguntam de onde veio o estilo das casas geminadas ou seriadas que vemos aqui ou ali em nossas cidades. The North Atlantic Cities, do urbanista Charles B. Duff, revela essa fantástica história de inovação das cidades — e o livro é aqui apresentado em uma resenha dos professores Flávio Kiefer e Kathrin Rosenfield.

Read more

Governar humanamente as máquinas que nos governam

Com o fim da lua de mel com as utopias sobre a internet, a ideia de que é necessário ter algum tipo de regulação mais efetiva, em especial sobre as plataformas que operam sobre a rede mundial, passou de um tabu a uma quase unanimidade. A controvérsia, porém, se dá em como fazer isso, e é aí que Governance for the Digital World encontra seu lugar. Uma resenha, por Rafael Dornellas, da obra paradigmática de Fernando Filgueiras e Virgílio Almeida.

Read more

Sobre as mentiras fascistas, de Federico Finchelstein

Por Odilon Caldeira Neto, uma resenha de ‘Uma breve história das mentiras fascistas’, de Federico Finchelstein — uma análise sobre os impactos dos discursos fascistas e os usos das mitologias políticas criadas em seu entorno, indo além de qualquer tentação de categorização das mentiras comuns aos líderes, movimentos e regimes fascistas que se desenvolveram em todos os continentes na primeira metade do século XX.

Read more

Sobre quando Érico Nogueira esmerilou o porquinho-da-índia

‘O Esmeril de Horácio’ propõe alternativas ao modo de conceber o verso em língua portuguesa, servindo, também, de guia prático de métrica. Por Brunno V. G. Vieira, tradutor e professor de letras clássicas da Unesp, uma resenha do novo livro do Érico Nogueira sobre poesia e versificação em Horácio.

“Esse esmeril é bruto, e remete ao ofício de burilar diamantes como sugere João Batista Toledo Prado na orelha do livro. Sim, o/a leitor/a que se aventurar a seguir Érico, não se esqueça de seu jaleco ou macacão. Com algum empenho para vencer o pesado jargão, Érico nos abre sua caixa de ferramentas, seja indicando como desmonta os versos de Horácio, seja declarando como entende ser o melhor modo de carburá-los em vernáculo.”

Read more