A Nova História do Capitalismo: do algodão ao Black Lives Matter

“O capitalismo contemporâneo, tecnológico, industrial, financeiro e globalizado é incompatível com a escravidão ou, ao contrário, não só é compatível como foi forjado sobre o sangue dos escravos?” Para Vinícius Müller, a obra de Edward Baptist ajuda a revelar a metade que nunca foi contada.

Para além dos confortos do ativismo e do viés de confirmação, mas também para além das limitações e amarras de um tipo ideal ortodoxo, enfrentar as questões levantadas pelos autores da Nova História do Capitalismo pode ser uma tarefa de dimensão moral.

Read more

O fascismo para além das dualidades no pensamento de Renzo De Felice

A partir da obra de Renzo De Felice, Vinícius Müller argumenta que a perspectiva “que obriga que qualquer interpretação sobre o fenômeno histórico do fascismo seja limitada pela cronologia” não é apenas “evitável”, como também “perde a sutileza de procurar tanto antes quanto depois o desenvolvimento e a sobrevivência de elementos da matriz fascista”. “A questão não está na impossibilidade de eles existirem antes ou continuarem existindo depois, e, sim, na sabedoria de que não podemos permitir, nunca mais, que eles tenham um contexto favorável às combinações que possam potencializá-los.” Uma publicação do Estado da Arte em parceria com o projeto Bolsonarismo: O Novo Fascismo Brasileiro, do Labô/PUC-SP.

Read more